"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

Carregando...

#308 Uma triplice restauracao



Leitura: João 21:15-17
Vídeo: http://youtu.be/rg_dmuaz9io

Como você se sentiria se tivesse traído a confiança de seu melhor amigo e, em troca, recebesse dele só amor e consideração? Depois de Pedro estar alimentado e aquecido, Jesus decide aquecer também seu coração. O arrependimento de Pedro havia sido sincero, porém reservado. Jesus quer agora restaurá-lo publicamente.

No original grego são utilizadas duas palavras diferentes aqui -- ágape e filéo -- traduzidas em nossas Bíblias pelo genérico verbo "amar". Mas a diferença é significativa, por isso vou transcrever a passagem com o sentido original:

"Depois de comerem, Jesus perguntou a Simão Pedro: 'Simão, filho de Jonas, você me ama mais do que estes?' Disse ele: 'Sim, Senhor, tu sabes que tenho afeição por ti'. Disse Jesus: 'Alimente meus cordeiros'. Pela segunda vez Jesus disse: 'Simão, filho de Jonas, você me ama?' Ele respondeu: 'Sim, Senhor tu sabes que tenho afeição por ti'. Disse Jesus: 'Pastoreie as minhas ovelhas'. Pela terceira vez, ele lhe disse: 'Simão, filho de Jonas, você tem afeição por mim?' Pedro ficou magoado por Jesus lhe ter perguntado pela terceira vez 'Você tem afeição por mim?' e lhe disse: 'Senhor, tu sabes todas as coisas e sabes que tenho afeição por ti'. Disse-lhe Jesus: 'Alimente minhas ovelhas'" (Jo 21:15-17).

Antes de negar Jesus por três vezes, Pedro quis parecer mais fiel que os outros discípulos ao afirmar que estava pronto a morrer por ele. Confiança própria é fruto da carne, portanto veja se você não é desses que gostam de se gabar, fazendo alarde de sua fé e perseverança. A autoconfiança nas coisas de Deus costuma esconder o sepulcro caiado da hipocrisia dos fariseus.

Para tratar dessa autoconfiança de Pedro Jesus pergunta se ele o ama mais que os outros discípulos. Jesus sabe que era isso que havia no coração de Pedro, ao afirmar que estava disposto a morrer por Jesus, antes de negá-lo três vezes. Pedro se achava "O Cara". Mas aqui Pedro não responde usando o amor "ágape", o amor puro e desinteressado, mas o amor "filéo" da afeição fraternal. Agora ele aprendeu a não confiar em si mesmo. Na terceira vez é Jesus quem pergunta usando "filéo", e não "ágape": "Simão... você tem afeição por mim?". Então Pedro reconhece a divindade e onisciência de Jesus: "Senhor, tu sabes todas as coisas".

Pedro passa no teste e Jesus o trata com graça. Na restauração de Pedro é usada a mesma graça que cancela a pena no lago de fogo que o pecador merece, para lhe dar um lugar na glória que ele não merece. O Deus da Bíblia é um Deus de perdão e restauração para quem crê em Jesus. Pedro, que três vezes negou conhecer Jesus, deixa de receber o que merece -- uma tripla reprovação -- para receber o que não merece -- uma tripla incumbência de cuidar dos cordeiros e ovelhas do rebanho.

Você sabe a diferença entre um cordeiro e uma ovelha? Não? Então veja nos próximos 3 minutos.

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.