"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

Carregando...

#601 Expectativa ou pavor?



Leitura: Lucas 21:5-9

Se você visitasse Jesus ficaria ocupado com ele ou com sua casa? Você não ficaria olhando a decoração tendo o Senhor bem ali na sua frente! Mas os discípulos aqui “estavam comentando como o templo era adornado com lindas pedras e dádivas dedicadas a Deus.” (Mt 21:5). Porém Jesus mostra que o Templo já não era importante e anuncia sua destruição: “Disso que vocês estão vendo, dias virão em que não ficará pedra sobre pedra; serão todas derrubadas.” (Lc 21:6).

É fácil ficarmos mais ocupados com as profecias acerca do Senhor do que com o Senhor das profecias. E é o que parece estar acontecendo aqui, ao perguntarem: “Quando acontecerão essas coisas? E qual será o sinal de que elas estão prestes a acontecer?” (Lc 21:7). Em Apocalipse 19:10 aprendemos que “o testemunho de Jesus é o espírito de profecia”, portanto é a sua Pessoa que importa, e não os eventos. Jesus quer mostrar aos discípulos que o judaísmo chegara ao fim e que, quando o assunto fosse profecia, deviam ficar atentos pois muitos iriam querer enganá-los.

Ele alerta: “Cuidado para não serem enganados. Pois muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Sou eu!’ e ‘o tempo está próximo’. Não os sigam. Quando ouvirem falar de guerras e rebeliões, não tenham medo. É necessário que primeiro aconteçam essas coisas, mas o fim não virá imediatamente.” (Lc 21:8-9). Dos versículos 8 ao 24 ele fala da destruição do Templo que ocorreria no ano 70 da era cristã. Dos versículos 25 ao 33 deste capítulo 21 de Lucas ele trata de sua vinda para estabelecer o Reino.

Hoje enquanto alguns dizem ser o Cristo, outros ficam aterrorizados com teorias conspiratórias e alarmes “de guerras e rebeliões”. Mas o Senhor tranquiliza os seus ao dizer: “Não tenham medo”. Quem é salvo por Cristo não deve se ocupar com o que aterroriza, mas com a vinda do Senhor para buscar sua Igreja. Ao escrever aos crentes Paulo não falou de terror, mas de consolo. “Nós, os que estivermos vivos seremos arrebatados... para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos com o Senhor para sempre. Consolem-se uns aos outros com estas palavras.” (1 Ts 4:17-18).

Porém para o incrédulo resta “tão-somente uma terrível expectativa de juízo e de fogo intenso que consumirá os inimigos de Deus.” (Hb 10:27). Para o incrédulo o Senhor virá como ladrão de noite, mas o crente o espera como o Noivo que vem buscar sua noiva, a Igreja. “O Espírito e a noiva dizem: Vem!” (Ap 22:17). E você, deseja muito a volta do Senhor ou sente pavor só de pensar?

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.