"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

Carregando...

#673 A sa doutrina


Leitura: Marcos1:29-31

“Logo que saíram da sinagoga, foram com Tiago e João à casa de Simão e André. A sogra de Simão estava de cama, com febre, e falaram a respeito dela a Jesus. Então ele se aproximou dela, tomou-a pela mão e ajudou-a a levantar-se. A febre a deixou, e ela começou a servi-los.” (Mc 1:29-31). Se você for católico talvez fique surpreso ao saber que Simão Pedro, que o catolicismo chama de seu primeiro Papa, tivesse uma sogra. Pedro era casado, e Deus não tem nada contra o casamento. Em sua Palavra ele até nos alerta contra aqueles que o proíbem:

“O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios. Tais ensinamentos vêm de homens hipócritas e mentirosos, que têm a consciência cauterizada e proíbem o casamento.” (1 Tm 4:1-3). Pedro identifica os “últimos tempos” como aqueles em que vivia: “Vocês foram redimidos... pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha e sem defeito, conhecido antes da criação do mundo, revelado nestes últimos tempos em favor de vocês.” (1 Pe 1:18-20).

Nas cartas dos apóstolos você percebe que alguns já se opunham aos seus ensinos, chamados por Paulo de “sã doutrina” (2 Tm 1:13). Ao escrever sobre a Lei de Moisés, Paulo diz “que ela não é feita para os justos, mas para os transgressores e insubordinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreverentes, para os que matam pai e mãe, para os homicidas, para os que praticam imoralidade sexual e os homossexuais, para os sequestradores, para os mentirosos e os que juram falsamente; e para todo aquele que se opõe à sã doutrina.” (1 Tm 1:9-10). Repare que o apóstolo coloca “todo aquele que se opõe à sã doutrina” na lista dos que praticam tamanhas aberrações aos olhos de Deus.

Religiões católicas e protestantes têm suas doutrinas baseadas nos escritos dos chamados “Pais da Igreja”, que surgiram após a partida dos apóstolos. Por mais piedosos e sinceros que tenham sido seus autores, tais escritos não são “a sã doutrina” dos apóstolos, portanto estão sujeitos a erros. Entre estes está a proibição do casamento, imposta aos ministros católicos, e “de alimentos que Deus criou” (1 Tm 4:3), seguida por alguns cristãos durante o período conhecido como “Quaresma”. Você sabe que comer alimentos naturais é sempre melhor que consumi-los processados, portanto fique só com a “sã doutrina” dos apóstolos e evite engolir aquilo que os “Pais da Igreja” cozinharam com seus próprios temperos.

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.