"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

Carregando...

#677 Poder e vontade de salvar



Leitura: Marcos 1:40-42

Nos versículos anteriores vimos Jesus de madrugada, em um lugar deserto, orando. Era assim que começava o seu dia, e é assim que devemos começar o nosso, pois logo ficaremos cercados de trabalhos, dificuldades e contaminação. Na Bíblia a lepra é uma figura do pecado que contamina, e é justamente um leproso que agora se aproxima de Jesus suplicando por cura: “Se quiseres, podes purificar-me!”, diz ele, e “cheio de compaixão, Jesus estendeu a mão, tocou nele e disse: ‘Quero. Seja purificado!’ Imediatamente a lepra o deixou, e ele foi purificado” (Mc 1:40-42).

Na Lei dada a Moisés a pessoa que tocasse um leproso era contaminada, por isso todos evitavam fazê-lo. Mas Jesus é diferente. Apesar de estar aqui na condição humana, ele nasceu sem pecado e sem a possibilidade de pecar ou se contaminar. Ele não apenas tocava o enfermo sem se contaminar, como recebia sobre si as enfermidades daqueles que curava para cumprir a profecias de Isaías 53:4, que previa: “Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças”.

O leproso se aproxima de Jesus em reverência, “de joelhos”, em atitude de súplica por reconhecer sua necessidade e confiando que Jesus tem poder de curá-lo, mas que pode não ter o desejo de fazê-lo. Se quiseres, podes purificar-me!” (Mc 1:40), diz ele. Na Bíblia a lepra é uma figura do pecado que corrói o ser humano, transformando o pecador num vetor na contaminação de outros. O pecador está só para lidar com isso, como um contaminado por um acidente em um reator nuclear que precisa ser isolado. Ninguém pode ajudá-lo, ninguém pode tocá-lo, exceto Jesus.

O leproso crê que Jesus tem poder, mas não sabe se ele teria vontade de curá-lo. Ele diz: “Se quiseres...”. Talvez você creia que Jesus tem poder para perdoar seus pecados, mas duvida que ele queira fazer isso, por achar que ele precise encontrar em você algo de bom para ser merecedor do perdão. É melhor esperar sentado. Nunca haverá coisa alguma em você agradável a Deus, “pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus.” (Rm 3:23-24).

Até ali o leproso pode ter esperado sentado por sua cura, mas agora ele toma uma decisão de prostrar-se em súplicas e expressar sua agonia. Ele, que sabia que Jesus tinha poder para curá-lo, agora descobre que Jesus quer curá-lo. “Quero”, diz Jesus, “Seja purificado!” (Mc 1:42).

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.