"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

Carregando...

#692 Quadrilha sabatista


Leitura: Marcos 3:1-6

“Alguns deles estavam procurando um motivo para acusar Jesus; por isso o observavam atentamente, para ver se ele iria curá-lo no sábado... Jesus disse ao homem da mão atrofiada: ‘Levante-se e venha para o meio’. Depois Jesus lhes perguntou: ‘O que é permitido fazer no sábado: o bem ou o mal, salvar a vida ou matar?’ Mas eles permaneceram em silêncio. Irado, olhou para os que estavam à sua volta e, profundamente entristecido por causa dos seus corações endurecidos, disse ao homem: ‘Estenda a mão’. Ele a estendeu, e ela foi restaurada.” (Mc 3:3-5).

Se Jesus não era o Messias, por que achar que iria curar o enfermo? Se ele aleijasse um homem são, aí eles teriam razão de reclamar, mas curar um doente?! Para saber o que se passa no íntimo daqueles judeus recorremos à Palavra de Deus que “é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração” (Hb 4:12). Mais tarde Pilatos saberia “que fora por inveja que os chefes dos sacerdotes lhe haviam entregado Jesus” (Mc 15:10), e basta ver o que levou o rei Herodes a tentar eliminar Jesus ainda infante, para saber que os judeus pensavam igual aos servos da parábola em Lucas 19:14, que diziam: “Não queremos que este homem seja nosso rei”.

Quando os sábios vindos do Oriente perguntaram “‘Onde está o recém-nascido rei dos judeus?’... Herodes ouviu isso, ficou perturbado, e com ele toda a Jerusalém”. Ao consultar os mestres da Lei, eles citaram a profecia de Miqueias 5:2: “‘Mas tu, Belém, da terra de Judá, de forma alguma és a menor entre as principais cidades de Judá; pois de ti virá o líder que, como pastor, conduzirá Israel, o meu povo’” (Mt 2:1-6).  Eles malandramente omitiram o final, que dizia: “...e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.”. A profecia falava de Um que remontava o tempo: Jesus, o Filho Eterno de Deus; Deus e Homem.

Agora, na sinagoga, Jesus decide restaurar a mão do homem pedindo que ele se levante e fique no centro das atenções. Ninguém poderá negar que era Deus agindo ali. “Estenda a mão”, ordena ele, e a mão é restaurada. “Então os fariseus saíram e começaram a conspirar com os herodianos contra Jesus, sobre como poderiam matá-lo.” (Mc 3:6). Em que dia eles trabalham nessa conspiração? No Sábado! Com quem? Com seus tradicionais adversários, os herodianos. Percebe a contradição? Eles rejeitam quem faz o bem no sábado e no mesmo dia formam uma quadrilha para tramar o mal. Assim é todo aquele que rejeita a graça e se apoia em sua própria interpretação da Lei dada a Moisés.

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.