"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

#738 Saiam dela!


Leitura: Marcos 6:5-6

No capítulo anterior Jesus impediu que os zombadores entrassem onde jazia a filha de Jairo e a vissem ressuscitar. Apenas os da fé teriam esse privilégio. Agora seus concidadãos de Nazaré o desprezam, por isso Jesus “não pôde fazer ali nenhum milagre, exceto impor as mãos sobre alguns doentes e curá-los. E ficou admirado com a incredulidade deles.” (Mc 6:5-6). A incredulidade impede a ação de Deus e priva de bênção os zombadores. Um crente em Jesus não deve perder tempo com eles, como ensinou Jesus: “Não deem o que é sagrado aos cães, nem atirem suas pérolas aos porcos; caso contrário, estes as pisarão e, aqueles, voltando-se contra vocês, os despedaçarão” (Mt 7:6).

O profeta Jeremias aprendeu que devia se apartar dos que desprezavam a Deus. Ele escreveu: “Jamais me sentei na companhia dos zombadores, nunca festejei com eles. Sentei-me sozinho, porque a tua mão estava sobre mim e me encheste de indignação... Assim respondeu o Senhor: “Se você se arrepender, eu o restaurarei para que possa me servir; se você disser palavras de valor, e não indignas, será o meu porta-voz. Deixe esse povo voltar-se para você, mas não se volte para eles.” (Jr 15:17-19). Mais tarde Paulo alertaria os judeus usando as palavras dos antigos profetas: “Olhem, escarnecedores, admirem-se e pereçam; pois nos dias de vocês farei algo que vocês jamais creriam se alguém lhes contasse.” (At 13:41).

E hoje, será que o respeito por Deus aumentou? Não, o que aumentou foi o número de pessoas interessadas não no que Jesus é, mas no que ele pode dar. Quando Jesus “estava em Jerusalém, na festa da Páscoa, muitos viram os sinais miraculosos que ele estava realizando e creram em seu nome. Mas Jesus não se confiava a eles, pois conhecia a todos. Não precisava que ninguém lhe desse testemunho a respeito do homem, pois ele bem sabia o que havia no homem.” (Jo 2:23-25).

Jeremias precisou se apartar de seu povo imerso na iniquidade, e o cristão deve fazer o mesmo. A iniquidade toma conta da cristandade e em breve esta mostrará ser a Grande Meretriz de Apocalipse, corrupta e avessa aos atributos divinos de Cristo. Esse sistema todo é chamado de “arraial” ou “acampamento”, como era o arraial contaminado de Israel, de onde Moisés separou a tenda da congregação e presença de Deus. A ordem hoje é: “Saiam dela, vocês, povo meu, para que vocês não participem dos seus pecados... Portanto, saiamos até ele [Cristo], fora do acampamento, suportando a desonra que ele suportou.  (Ap 18:4; Hb 13:13).

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.