"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

#745 Ovelhas sem pastor



Leitura: Marcos 6:34-38

Se por um lado Jesus é o mantenedor de toda matéria para que o universo não se desintegre voltando a um oceano de coisa nenhuma, por outro ele é o único capaz de manter e sustentar cada ser humano. Infelizmente nem todos querem ser mantidos e sustentados por ele por não se reconhecerem perdidos e desamparados. Jesus “viu uma grande multidão, e teve compaixão deles, porque eram como ovelhas que não têm pastor; e começou a ensinar-lhes muitas coisas.” (Mc 6:34).

Se você deseja ser realmente pastoreado e ensinado por Jesus nas “muitas coisas” que homem algum poderá lhe ensinar, é preciso antes se reconhecer perdido e desgarrado. É preciso reconhecer que somente nele — e não em alguma religião, líder espiritual ou filosofia — você encontrará descanso para sua alma atribulada. Afinal é dele o convite que diz:

“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas.  Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” (Mt 11:28-30).

É na hora da necessidade que descobrimos quem realmente é capaz de nos atender. Aquela multidão que se reuniu para ter suas almas alimentadas por Jesus precisava também de suprimento para o corpo. “Já era tarde e, por isso, os seus discípulos aproximaram-se dele e disseram: ‘Este é um lugar deserto, e já é tarde. Manda embora o povo para que possa ir aos campos e povoados vizinhos comprar algo para comer.’” (Mc 6:35-36).

Jesus agora irá ensinar uma lição também aos seus discípulos, que ainda não tinham compreendido de quem vinha todas as coisas. Para eles a solução para a multidão faminta é mandar todos embora para cada um providenciar seu próprio alimento. Jesus diz a eles: “‘Deem-lhes vocês algo para comer’. Eles lhe disseram: ‘Isto exigiria duzentos denários! Devemos gastar tanto dinheiro em pão e dar-lhes de comer?’ Perguntou ele: ‘Quantos pães vocês têm? Verifiquem’. Quando ficaram sabendo, disseram: ‘Cinco pães e dois peixes’.” (Mc 6:37-38).

De outro evangelho aprendemos que nem mesmo esses cinco pães e dois peixes eram dos discípulos, mas de um jovem que estava disposto a entregar tudo a Jesus. E é assim que tem início o milagre da multiplicação, que Jesus continua fazendo para quem coloca tudo nas mãos dele.

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.