"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

#750 “Para que ninguem se vanglorie”




Leitura: Marcos 6:42-44

Depois de partir os pães e os peixes, Jesus entregou as porções aos discípulos para que os dessem à multidão, e vemos que “todos comeram e ficaram satisfeitos, e os discípulos recolheram doze cestos cheios de pedaços de pão e de peixe. Os que comeram foram cinco mil homens.” (Mc 6:42-44). Ele poderia muito bem fazer com que as porções chegassem às mãos das pessoas sem a ajuda dos discípulos, mas quis convidá-los a participar daquela tarefa. Assim também o Senhor dá a pessoas comuns o privilégio de compartilhar sua Palavra. Pense no prazer que será encontrar no céu alguém que ouviu o Evangelho de você aqui na terra!

Talvez você relute em levar o evangelho por não ter uma formação religiosa regular. Ora, foram os homens que inventaram essas formações clericais e colocaram condições para o exercício do ministério da Palavra, as quais Deus jamais aprovaria. Nos sistemas humanos seria preciso você estudar teologia e ser ordenado por uma junta de homens, mas para Deus é suficiente que tenha um coração pronto para ser um instrumento. Nem a mensagem, nem o poder, vêm de você, e o apóstolo Pedro explica bem:

“Cada um exerça o dom que recebeu para servir aos outros, administrando fielmente a graça de Deus em suas múltiplas formas. Se alguém fala, faça-o como quem transmite a palavra de Deus. Se alguém serve, faça-o com a força que Deus provê, de forma que em todas as coisas Deus seja glorificado mediante Jesus Cristo, a quem sejam a glória e o poder para todo o sempre.”
(1 Pe 4:11).

Repare que até Paulo, com toda a erudição que trazia de sua formação aos pés do famoso mestre judeu Gamaliel, tomou o cuidado de não deixar que a eloquência, o conhecimento e a capacidade humana interferissem em sua pregação. Ele escreve aos Coríntios:

“Eu mesmo, irmãos, quando estive entre vocês, não fui com discurso eloquente nem com muita sabedoria para lhes proclamar o mistério de Deus. Pois decidi nada saber entre vocês, a não ser Jesus Cristo, e este, crucificado. E foi com fraqueza, temor e com muito tremor que estive entre vocês. Minha mensagem e minha pregação não consistiram de palavras persuasivas de sabedoria, mas consistiram de demonstração do poder do Espírito, para que a fé que vocês têm não se baseasse na sabedoria humana, mas no poder de Deus.” (1 Co 2:1-5). Deus quer que seja assim, “para que ninguém se vanglorie diante dele.” (1 Co 1:29).

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.