"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

#754 Crendice ou fe' real?



Leitura: Marcos 6:45-56
Vídeo: https://youtu.be/yDVXi6Rm6iY

Jesus “viu os discípulos remando com dificuldade, porque o vento soprava contra eles. Alta madrugada, Jesus dirigiu-se a eles, andando sobre o mar; e estava já a ponto de passar por eles. Quando o viram andando sobre o mar, pensaram que fosse um fantasma. Então gritaram, pois todos o tinham visto e ficam aterrorizados.” (Mc 6:48-50).

Depois de terem andado com Jesus por um bom tempo e testemunhado muitos milagres, seus discípulos ainda não conseguem reconhecê-lo em uma circunstância que foge à compreensão humana. Um pouco antes eles tinham visto Jesus transformar cinco pães e dois peixinhos em alimento suficiente para no mínimo quinze mil pessoas. Alguém calculou que isso equivaleria a algumas toneladas e seria preciso uma carreta de dois ou três eixos para transportar tanto alimento assim.

Ora, o que é andar sobre as águas para alguém que criou as águas, o vento e as ondas? Mesmo assim eles gritam de terror pensando ser um fantasma. Jesus coloca a fé deles à prova, pois “estava já a ponto de passar por eles” (Mc 6:48). Todos os dias Jesus passa por nós e prova nossa fé. Estaríamos dispostos a clamar por ajuda em nossas necessidades, ou será que o veríamos como o fantasma de um morto?

Quando o cego Bartimeu, “ouviu que era Jesus de Nazaré, começou a gritar: ‘Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim!’” (Mc 10:47). Bartimeu não viu, só ouviu que Jesus passava, e o ouvir foi suficiente para crer que Jesus podia curar sua visão. A fé vem pelo ouvir e a capacidade de ouvir nos é dada pela Palavra de Deus, conforme ela própria atesta: “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.” (Rm 10:17).

Jesus se identifica para os discípulos: “‘Coragem! Sou eu! Não tenham medo!’ Então subiu no barco para junto deles, e o vento se acalmou; e eles ficaram atônitos, pois não tinham entendido o milagre dos pães. Seus corações estavam endurecidos.” (Mc 6:50-52). Um coração endurecido não irá crer, mesmo diante de um milagre inexplicável. Uma fé baseada em sinais e milagres é mera crendice ou superstição.

“Muitos viram os sinais miraculosos que ele estava realizando e creram em seu nome. Mas Jesus não se confiava a eles, pois conhecia a todos. Não precisava que ninguém lhe desse testemunho a respeito do homem, pois ele bem sabia o que havia no homem.” (Jo 2:23-25).

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.