"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Rádio 3 Minutos

Pesquisar este blog

#755 Grandes curas e libertacoes


Leitura: Marcos 6:53-56

“Depois de atravessarem o mar, chegaram a Genesaré e ali amarraram o barco. Logo que desembarcaram, o povo reconheceu Jesus. Eles percorriam toda aquela região e levavam os doentes em macas, para onde ouviam que ele estava. E aonde quer que ele fosse, povoados, cidades ou campos, levavam os doentes para as praças. Suplicavam-lhe que pudessem pelo menos tocar na borda do seu manto; e todos os que nele tocavam eram curados.” (Mc 6:53-56).

O povo buscava por cura e libertação diretamente no Criador que, numa empatia sem precedentes, levava “sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças” (Is 53:4). Isso ele não fez na cruz, mas em vida, quando tomava para si as enfermidades sem ser contaminado por elas. Por ser Deus e Homem perfeito e sem pecado, ele não adoecia e nem podia morrer, a menos que entregasse sua vida como faria depois na cruz. Até tocar o seu manto curava, tamanho o poder que emanava daquele Ser.

Hoje muitos são enganados ao acreditarem que aquelas manifestações de cura e libertação do próprio Jesus possam ser repetidas com hora marcada por homens comuns. Satanás é “mentiroso e pai da mentira” (Jo 8:44), e mestre em disfarces e imitações. No Éden ele se travestiu de serpente para enganar Eva, numa época quando a serpente não tinha as características que passou a ter após a queda. Ali ela era chamada de “o mais astuto de todos os animais selvagens que o Senhor Deus tinha feito” (Gn 3:1).

Como tudo no Jardim do Éden era muito novo, Eva nem se espantou ao encontrar um animal falante, numa época quando o diabo ainda não terceirizava para seres humanos o trabalho sujo. Ela ingenuamente correspondeu e foi enganada. Muitos hoje fazem o mesmo quando dão ouvidos a demônios travestidos de espíritos humanos nas sessões de espiritismo ou experiências paranormais, ou mesmo acreditando nos falsos profetas, são abundantes nos púlpitos da cristandade.

Porém, “o Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios. Tais ensinamentos vêm de homens hipócritas e mentirosos, que têm a consciência cauterizada... Como Janes e Jambres se opuseram a Moisés, esses também resistem à verdade. A mente deles é depravada; são reprovados na fé.” (1 Tm 4:1-2; 2 Tm 3:8). Se você não sabe quem foram Janes e Jambres e o que fizeram, descubra nos próximos 3 minutos.

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.

Total de visualizações de página