"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Rádio 3 Minutos

Pesquisar este blog

#760 O perdao que vem primeiro


Leitura: Marcos7:14-15

“Jesus chamou novamente a multidão para junto de si e disse: ‘... Não há nada fora do homem que, nele entrando, possa torná-lo impuro. Pelo contrário, o que sai do homem é que o torna ‘impuro’” (Mc 7:14-15). O assunto ainda tem a ver com a tentativa dos fariseus de se apresentarem como sepulcros caiados, belos e brilhantes por fora, mas cheio de podridão por dentro. Também tem a ver com a religião querer reformar o homem de fora para dentro por meio de regras e preceitos da tradição.

Quer um exemplo? Em um hino de uma religião pentecostal encontro a seguinte estrofe: “Cristo te chama, a ti pecador, te chama a ti, com voz de amor; deixa os pecados, e vem ao Senhor.” (Nº 80, “Harpa Cristã”). Este não é o evangelho da graça, mas o evangelho das normas da tradição religiosa para um pecador ser salvo. É a mesma ladainha das religiões pagãs, de que você precisa mudar de vida para merecer a salvação. Algo como, “Pare de beber, fumar, prostituir, e venha a Jesus para ser salvo”.

Se deixar de pecar para ir a Cristo fosse condição para a salvação, somente os hipócritas iriam a ele. Iriam por se acharem obedientes às regras da tradição religiosa e melhores do que os que praticam essas coisas. Mas o que diz a Palavra de Deus? “Se, porém, andamos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado. Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós.” (1 Jo 1:7-8). Andar na luz é não ter nada a esconder de Deus. É na luz que nossos pecados são revelados para poderem ser purificados pelo sangue de Jesus.

Em João 8:3-11 uns clérigos levam uma mulher a Jesus: “Mestre, esta mulher foi surpreendida em ato de adultério.”. A Lei ordenava que adúlteros fossem apedrejados. Mas e o homem?! Um flagrante de adultério exige ao menos dois. Seria um deles, que desfrutava de imunidade clerical? Ou você desconhece que clérigos são tratados de maneira diferente quando pecam? “Se algum de vocês estiver sem pecado, seja o primeiro a atirar pedra nela.”, diz Jesus. “Os que o ouviram foram saindo, um de cada vez, começando com os mais velhos.”. 

Na luz de Jesus ficou só a mulher pecadora convicta. Os sepulcros caiados fugiram. “Mulher, onde estão eles? Ninguém a condenou?’ ‘Ninguém, Senhor’, disse ela.” Jesus lhe diz: “Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.”. A ordem aqui é o oposto à letra do hino que diz “deixa os pecados, e vem ao Senhor”. Primeiro Jesus perdoa e salva, depois capacita o salvo a não pecar mais.

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.

Total de visualizações de página