"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Rádio 3 Minutos

Pesquisar este blog

#786 O Centro de tudo


Leitura: Marcos8:27-30

Jesus pergunta aos discípulos: “‘Quem o povo diz que eu sou?’. Eles responderam: ‘Alguns dizem que és João Batista; outros, Elias; e, ainda outros, um dos profetas’. ‘E vocês?’, perguntou ele. ‘Quem vocês dizem que eu sou?’. Pedro respondeu: ‘Tu és o Cristo’. Jesus os advertiu que não falassem a ninguém a seu respeito.” (Mc 8:27:30).

Ao se converter a Jesus você achou que tudo na Bíblia girava em torno de você: sua salvação, o perdão de seus pecados, seu destino no céu. Mas se foi enganado por um pregador da Teologia da Prosperidade pode ter achado que Jesus fosse o lendário Gênio da Lâmpada, sempre pronto a satisfazer seus desejos de saúde, prosperidade e prazer nesta vida. Essa visão é humanista, rasa e egocêntrica, e até a ciência já pensou assim.

Há alguns séculos acreditava-se que a Terra era o centro do Universo e o Sol girava em torno dela. Depois o Sol foi para o centro e a Terra passou a girar ao seu redor. Com a descoberta das galáxias e outros sistemas solares foi a vez de o Sol girar em torno do centro de nossa galáxia, a Via Láctea. Mas quando descobriram que a Via Láctea está numa órbita conjugada com Andrômeda, a galáxia que mora ao lado, como duas crianças brincando de girar segurando nas pontas de uma corda, tudo mudou.

Embora esse giro possa criar um ponto virtual em torno do qual esses enormes sistemas revolvem, Via Láctea e Andrômeda estão subordinadas às gigantescas forças gravitacionais de algo ainda maior, o Aglomerado de Virgem. Esse aglomerado, por sua vez... Bem, é melhor eu parar por aqui, pois o que quero mostrar é que sempre tudo gira em torno de algo maior que tudo. Alguns cientistas consideram que seja o ponto de origem do Universo, a partir do qual ele parece estar se expandido. Mas o cristão sabe que o centro é outro, não só de sua vida, mas de todo o Universo: Cristo.

Paulo falava de Cristo como o centro ao qual Deus fará “convergir todas as coisas celestiais ou terrenas, na dispensação da plenitude dos tempos”, acrescentando que “nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus” (Ef 1:7-10). Percebe agora que é Cristo, e não o seu ou o meu umbigo o centro do Universo? Os homens têm diferentes opiniões de quem ele seja: Profeta, guru, espírito elevado, extraterrestre, são algumas que já ouvi. Mas apenas uma é verdadeira, aquela que o coloca no centro de tudo. “Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas.” (Rm 11:36).

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.

Total de visualizações de página