"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

Carregando...

#5 As respostas



Leitura: Evangelho de Mateus 4:1-11; Marcos 1:12,13; Lucas 4:1-13
Vídeos: http://www.youtube.com/watch?v=DeGS7Q7syic

Antes de iniciar seu ministério Jesus precisava passar por um teste, e foi o Espírito Santo que o levou ao deserto para ser testado. Enquanto Deus o testava, Satanás o tentava.

Era importante que Ele estivesse acima de qualquer suspeita, que provasse estar moralmente apto para sua missão. O primeiro Adão, o homem natural, o homem da terra, não passou no teste. E Jesus, o último Adão, o homem do céu, o precursor de uma nova linhagem espiritual. Passaria ele no teste?

O primeiro Adão sucumbiu diante do fruto proibido, mesmo sem ficar 40 dias em jejum, como Jesus ficou. O fruto era necessário para alimentar o corpo. Jesus não estava diante de um fruto, mas de um desafio do Diabo: "Já que você é o Filho de Deus, por que não transforma as pedras em pães?"

A resposta de Jesus veio da Palavra de Deus: "Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus".

Aí o Diabo o transportou a Jerusalém e o colocou no topo do templo: "Já que você é o Filho de Deus... então pule, pois está escrito que os anjos irão segurá-lo".

O Diabo usou a própria Palavra de Deus, o Salmo 91. Era a oportunidade de Jesus dar um salto espetacular e ao mesmo tempo provar que os anjos estavam ao seu dispor. Pelo menos uns 60 mil anjos ou doze legiões voariam imediatamente para segurá-lo.

Da primeira vez a tentação visava satisfazer o corpo, igual ao fruto oferecido a Adão. Agora o Diabo tentava despertar em Jesus um sentimento de soberba. O fruto do Éden era bom para dar entendimento a Adão e despertar o sentimento que em outra parte da Bíblia é chamado de "soberba da vida".

No caso de Jesus, a resposta outra vez veio da Palavra de Deus: "Não tentarás o Senhor teu Deus". Embora sendo Deus, na sua condição humana Jesus precisou aprender obediência, como um filho. Passou também nesse teste.

O fruto do Éden era agradável à vista, enchia os olhos. Nesta nova versão da tentação Satanás transporta Jesus a uma alta montanha para que seus olhos se encham com todos os reinos do mundo e a glória deles. Todos eles estavam nas mãos do Diabo, o usurpador. Jesus podia ficar com tudo, literalmente de mão beijada, contanto que adorasse a Satanás. Pela terceira vez a resposta veio da Palavra de Deus, o único que deve ser adorado.

De onde vem as minhas respostas; onde você procura as suas?
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.