"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

Carregando...

#46 A familia de Jesus



Leitura: Mateus 12:46-50; Marcos 3:31-35; Lucas 8:19-21
Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=a70U8L6Yz2Q
Áudio: http://www.stories.org.br/3minutos/46_A_familia_de_Jesus.mp3

Os religiosos judeus duvidam de Jesus pedindo a ele um sinal. Mas não era só deles que vinha a rejeição. Seus próprios irmãos não criam nele. O evangelho de Marcos 3:21 mostra que, enquanto Jesus conversava com os fariseus, seus irmãos estavam a caminho para falar com ele, pois achavam que ele havia enlouquecido. Alguém o avisa de que sua mãe e seus irmãos estão lá fora querendo falar com ele.

"Quem é minha mãe?", pergunta ele. "E quem são meus irmãos?" Então ele aponta para seus discípulos e diz: "Aqui estão minha mãe e meus irmãos! Pois quem faz a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão, irmã e mãe".

O incidente é emblemático e marca uma virada no ministério de Jesus em relação a Israel. Sua mãe e seus irmãos representam sua ligação natural com seu povo, para o qual ele vinha até aqui dirigindo quase que exclusivamente seu ministério. Os fariseus o acusam de ser movido pelo espírito de Satanás. Sua família acha que enlouqueceu. No evangelho de João diz: "Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam".

Deste ponto em diante há um rompimento com Israel em seu ministério. A continuação do versículo no evangelho de João diz: "...mas a todos os que o receberam, aos que creram no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus". De agora em diante o relacionamento com Deus não está limitado a uma nação, mas é estendido a todo aquele que faz a vontade do Pai.

Esta passagem também esclarece dois pontos importantes: primeiro, a mãe de Jesus não tinha um acesso privilegiado a ele, como alguns querem crer. Segundo, Jesus tinha irmãos e irmãs, filhos de Maria e José.

Você se lembra de quando Jesus disse "Vinde e mim"? Pois então entenda, de uma vez por todas, que não precisamos de Maria ou qualquer outro intermediário para irmos a ele. Basta aceitarmos seu convite de amor e não ficar acorrentado a dogmas e tradições que as religiões tentam nos impor para nos manter afastados de Jesus e nos fazer depender de um clero para termos um relacionamento com Deus.

Depois disso Jesus sai de casa e se assenta na praia para falar às multidões. O que ele diz você vai ver nos próximos 3 minutos.
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.