"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

Carregando...

#136 A festa de casamento



Leitura: João 2:1-11
Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=_eXUNDtp0hY

Se os homens quisessem inventar uma história para dizer que Deus veio ao mundo na forma humana, certamente escolheriam um milagre espantoso para inaugurar sua carreira aqui. Algo como curar uma cidade inteira de uma epidemia, destruir o exército inimigo com um raio ou sair voando diante de todos.

Mas este evangelho surpreende pela forma como apresenta o início do ministério de sinais e milagres de Jesus. Quem ousaria imaginar que Deus, ao se fazer homem, inauguraria sua carreira de sinais e milagres resolvendo o problema de um serviço de bufê numa festa de casamento? Pois o capítulo 2 do Evangelho de João diz que é exatamente este o primeiro milagre de Jesus.

Ele não começa curando enfermos, alimentando famintos ou expulsando demônios, ainda que viesse a fazer isso em outras ocasiões. Jesus começa seu ministério em uma festa de casamento transformando água em vinho. O que será que Deus quer nos dizer com isso? Muitas coisas.

A primeira é que seu ministério é diferente do de Moisés, por intermédio de quem Deus havia dado a Lei aos judeus. Moisés transformou a água em sangue e morte, mas aqui Jesus transforma água em vinho. O Salmo 104 diz que Deus "faz crescer o pasto para o gado, e as plantas que o homem cultiva, para da terra tirar o alimento: o vinho, que alegra o coração do homem; o azeite, que faz brilhar o rosto, e o pão que sustenta o seu vigor". O vinho é um símbolo de alegria.

O ministério de Jesus começa em festa e alegria porque é assim também que a história termina no céu. Sabe o que acontece no capítulo 19 de Apocalipse, quando os salvos por Jesus se encontram com ele? Uma festa de casamento! "Vamos nos alegrar e dar-lhe glória!", é o que diz lá, "pois chegou a hora do casamento do Cordeiro e a sua noiva já se aprontou... felizes os convidados para o banquete do casamento do Cordeiro!" Em Apocalipse a noiva é a Igreja, o conjunto dos salvos por Jesus desde a descida do Espírito Santo registrada no capítulo 2 de Atos dos Apóstolos.

Tudo começa com uma festa de casamento e termina com uma festa de casamento. Esta, do evangelho de João, ainda não é a festa do casamento de Jesus, e ele diz à sua mãe que a sua hora ainda chegou. Mesmo assim ele considera o evento tão importante que faz ali o seu primeiro milagre: transforma água em vinho, símbolo da alegria do homem. Quando o mestre-sala ou encarregado da festa prova a água transformada em vinho, chama o noivo e o parabeniza por ter guardado o melhor vinho para o final. Poderíamos dizer ao mestre-sala que ele deu os parabéns ao noivo errado e que, quanto à qualidade do vinho, que ele ainda não viu nada!

Nos próximos 3 minutos mais lições do primeiro milagre de Jesus.
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.