"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

Carregando...

#196 A cura do cego



Leitura: João 9:1-7
Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=q0avTHRfQr4

O capítulo 9 de João começa com um detalhe importante: é Jesus, e não seus discípulos, quem primeiro vê o cego. No caso do paralítico do capítulo 5, Jesus também já sabia que o homem estava enfermo há muito tempo. Por enxergar e saber todas as coisas, Jesus dá um tratamento personalizado para necessidades de cada um.

No caso do cego, ele cospe no chão, faz um pouco de lodo e passa em seus olhos. Depois ordena que ele vá lavar-se no tanque de Siloé. Por que lodo? Não sei, mas se ele fez é porque era necessário para aquela pessoa naquele momento. Jesus age de diferentes maneiras com diferentes pessoas. Não entendemos, mas cremos que aquilo ele faz está bem feito. Ou até o que ele não faz.

O apóstolo Paulo tinha um problema que chamou de "espinho na carne", e não foi por falta de pedir que o Senhor não o livrou do problema. Sabe qual foi a resposta às suas orações? "A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza". Você acha que Paulo se indignou por isso, entrou em depressão e não quis mais nem saber de servir a Cristo? Pelo contrário. Veja o que ele diz:

"Por isso, de boa vontade me gloriarei nas minhas fraquezas, a fim de que repouse sobre mim o poder de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco, então é que sou forte".

Hoje, em cada canal de TV trem um pregador prometendo o fim de todos os seus problemas se você crer em Jesus. É mentira. O que Deus oferece é o perdão dos pecados e a vida eterna. Depois de se converter a Cristo, você se vê num mundo arruinado pelo pecado e no mesmo corpo sujeito a doenças e morte. Ainda que você viva 120 anos, sua morte será causada por alguma doença ou falência dos órgãos.

Por isso qualquer cura feita por Jesus ou seus discípulos tinha um objetivo bem particular. Uma vez cumprido esse objetivo, todos os que foram curados ou ressuscitados acabaram adoecendo e morrendo. Ou você acha que Lázaro continua por aí?

O pagão pensa que os deuses só lhe são propícios quando tudo vai bem. O verdadeiro crente tem certeza de que o Senhor sempre está ao seu lado, na alegria e na tristeza. Por isso o profeta Habacuque dá um belo testemunho de fé e confiança em Deus, quando diz:

"Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto nas vides; ainda que falhe o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que o rebanho seja exterminado da malhada e nos currais não haja gado. todavia eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação". E você, se alegra em Deus quando tudo vai mal?

Nos próximos 3 minutos os vizinhos não reconhecem o cego depois de curado.


(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.