"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,
para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

Carregando...

#672 As midias do diabo


Leitura: Marcos1:24-28

Jesus rejeita o testemunho das trevas e não permite que demônios interfiram em seu ministério. Por isso ele ordena ao espírito imundo: “Cale-se e saia dele!” (Mc 1:25). Isso impressiona a multidão e “todos ficaram tão admirados que perguntavam uns aos outros: ‘O que é isto? Um novo ensino — e com autoridade! Até aos espíritos imundos ele dá ordens, e eles lhe obedecem!” (Mc 1:27). Jesus “expulsou muitos demônios; não permitia, porém, que estes falassem, porque sabiam quem ele era” (Mc 1:34). Isto demonstra que os homens estão bem menos informados que os demônios sobre quem é quem no mundo espiritual.

Não devemos procurar espíritos imundos para aprendermos sobre Cristo e a vida no além. Esses espíritos malignos são tão mentirosos quanto aquele a quem servem, “o diabo... [que] foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira.” (Jo 8:44). É inegável que os demônios sejam sedutores e exerçam poder sobre os seres humanos. Embora de suas bocas não saia qualquer som, é da boca de pessoas dominados e influenciadas por eles que saem suas opiniões. Muitos que dão ouvidos a um porta-voz de espíritos rejeitam o evangelho trazido por um crente em Jesus, porta-voz do Espírito Santo.

A Bíblia não revela a origem dos demônios, mas seu destino eles conhecem bem: o tormento eterno. Nos Evangelhos uma única vez o próprio Satanás entra no corpo de alguém, e esse alguém é Judas em Lucas 22:3. Mas os demônios, estes sim, praticam a invasão de corpos para transformar suas vítimas em mídias para suas mensagens. Agora você já sabe de onde vem a palavra “médium”. Neste evangelho encontraremos um homem possuído de uma legião desses espíritos que, ao serem expulsos, rogam que Jesus lhes permita entrar numa manada de porcos. O Senhor permite a fim de demonstrar a verdadeira intenção dos demônios, que é destruir os que são dominados por eles: “A manada de cerca de dois mil porcos atirou-se precipício abaixo, em direção ao mar, e nele se afogou.” (Mc 5:13).


Depois de Jesus libertar o endemoninhado na sinagoga, “as notícias a seu respeito se espalharam rapidamente por toda a região da Galileia” (Mc 1:28). De agora em diante nem todas as pessoas que ele irá ajudar estarão possuídas por demônios, mas todas estão arruinadas pelo pecado que traz enfermidade e morte. Jesus seguirá amenizando seus sofrimentos e sua próxima parada será a casa de Pedro, cuja sogra está enferma.


(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Para baixar os vídeos:

http://www.mediafire.com/?50ddj2c90jjjs É permitido gravar, copiar e distribuir gratuitamente.