"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,

para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

#805 Querendo ser o maior



Leitura: Marcos 9:32-34

Depois de Jesus falar aos discípulos de sua morte e ressurreição, que estavam prestes a acontecer, “eles não entendiam o que ele queria dizer e tinham receio de perguntar-lhe. E chegaram a Cafarnaum. Quando ele estava em casa, perguntou-lhes: ‘O que vocês estavam discutindo no caminho?’ Mas eles guardaram silêncio, porque no caminho haviam discutido sobre quem era o maior.” (Mc 9:32-34).

Fui convidado para um debate num programa de TV onde eu apresentaria minhas razões para estar congregado somente ao nome de Jesus e outros tentariam justificar suas posições. Por considerar debates um terreno perigoso para o cristão, declinei do convite. Descobri depois que, além de um pastor, o outro participante era um pregador na Web que produz vídeos de doutrinas malignas e se posiciona como ‘desigrejado’. Na visão de alguém mal informado eu e ele estaríamos no mesmo time.

A Bíblia adverte: “Não se envolvam em discussões acerca de palavras; isso não tem proveito, e serve apenas para perverter os ouvintes... Evite as controvérsias tolas e fúteis, pois você sabe que acabam em brigas. Ao servo do Senhor não convém brigar mas, sim, ser amável para com todos, apto para ensinar, paciente. Deve corrigir com mansidão os que se lhe opõem, na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento, levando-os ao conhecimento da verdade.” (2 Tm 2:14, 24-25).

Você poderá argumentar que no princípio os discípulos participavam de debates públicos. A diferença é que na época os debates eram entre cristãos e judeus ou pagãos; hoje são entre cristãos. Também não estamos no princípio da era da Igreja, mas no fim, quando a Palavra de Deus é relativizada pela cristandade professa. Ou você nunca ouviu alguém argumentar que, por escrever os mandamentos do Senhor sobre a posição da mulher, Paulo era ‘um solteirão recalcado e que odiava mulheres’?

Os discípulos acabam de receber a revelação daquilo que colocaria Jesus no centro da história: sua morte e ressurreição. Eles, porém, não entendem o que ele quer dizer e têm medo de perguntar, passando a debater entre si. O debate acaba se desviando para a questão de qual deles seria o maior, e quando Jesus perguntou, “guardaram silêncio”, pois estavam envergonhados. Este é também o risco que enxergo em debates públicos, onde a carne pode sair em busca de notoriedade e fama ao invés de buscar a glória de Cristo. E aí cada um quer ser o maior.

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Total de visualizações de página