"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,

para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

#809 Vigilância corporal


Leitura: Marcos9:41-48

“Quem lhes der um copo de água em meu nome, por vocês pertencerem a Cristo, de modo nenhum perderá a sua recompensa. Se alguém fizer tropeçar um destes pequeninos que creem em mim, seria melhor que fosse lançado no mar com uma grande pedra amarrada no pescoço.” (Mc 9:41-42). O tratamento que o mundo dá aos cristãos trará consequências. Se nos indignamos com a maldade feita aos que seguem a Cristo, pense na indignação daquele que tem poder para lançar uma alma no fogo eterno. O Senhor certamente tem tudo anotado para o dia da prestação de contas.

Ele diz: “Não tenham medo dos que matam o corpo e depois nada mais podem fazer. Mas eu lhes mostrarei a quem vocês devem temer: temam aquele que, depois de matar o corpo, tem poder para lançar no inferno. Sim, eu lhes digo, a esse vocês devem temer. Não se vendem cinco pardais por duas moedinhas? Contudo, nenhum deles é esquecido por Deus. Até os cabelos da cabeça de vocês estão todos contados. Não tenham medo; vocês valem mais do que muitos pardais!” (Lc 12:4-7).

Isto deveria servir de conforto para nós enquanto caminhamos neste deserto que é o mundo. Se o Senhor foi rejeitado, perseguido e até morto aqui, não devemos esperar por um tratamento melhor. Mas se existem os perigos externos que nos assolam, Jesus não deixa de nos alertar contra os perigos que estariam o tempo todo perto de nós e são parte de nosso corpo.

“Se a sua mão o fizer tropeçar, corte-a. É melhor entrar na vida mutilado do que, tendo as duas mãos, ir para o inferno, onde o fogo nunca se apaga, onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga. E se o seu pé o fizer tropeçar, corte-o. É melhor entrar na vida aleijado do que, tendo os dois pés, ser lançado no inferno, onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga. E se o seu olho o fizer tropeçar, arranque-o. É melhor entrar no Reino de Deus com um só olho do que, tendo os dois olhos, ser lançado no inferno, onde ‘o seu verme não morre, e o fogo não se apaga’.” (Mc 9:43-48).

Jesus não queria que arrancássemos literalmente mãos, pés e olhos, mas que vigiássemos contra o que essas partes corpo são capazes de fazer. Com as mãos praticamos o mal que não deveríamos fazer, os pés nos levam aonde não deveríamos ir, e os olhos são janelas por onde entra o que não deveríamos ver. Num mundo cheio de muros, grades e câmeras de vigilância, será que estamos preocupados com a vigilância de nós mesmos?

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Total de visualizações de página