"Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas,

para que a possa ler quem passa correndo". Habacuque 2:2

Pesquisar este blog

#798 De Elias a Napoleão - Marcos 9:11-13


Leitura: Marcos9:11-13

Os discípulos perguntam a Jesus: "Por que os mestres da lei dizem que é necessário que Elias venha primeiro?". Os discípulos não entendem o que Jesus lhes diz sobre a ressurreição, por se lembrarem do que escreveu o profeta Malaquias: “Eu enviarei a vocês o profeta Elias antes do grande e terrível dia do Senhor” (Ml 4:5). Jesus responde: "De fato, Elias vem primeiro e restaura todas as coisas. Então, por que está escrito que é necessário que o Filho do homem sofra muito e seja rejeitado com desprezo? Mas eu lhes digo: Elias já veio, e fizeram com ele tudo o que quiseram, como está escrito a seu respeito" (Mc 9:12-13).

Sim, na pessoa de João Batista Elias já tinha vindo “no espírito e no poder de Elias” (Lc 1:17). Como tinham feito “com ele tudo o que quiseram” fariam o mesmo com o “Filho do homem” para que sofresse muito e fosse rejeitado. Mas no Evangelho de Mateus Jesus revela que só iriam reconhecer Elias em João Batista aqueles que aceitassem o que ele dizia: “E se vocês quiserem aceitar, este é o Elias que havia de vir.” (Mt 11:14).

Isto serve de alerta para os que têm sido enganados por homens ímpios que dizem ser o profeta Elias que havia de vir. Se por um lado Jesus deixou claro que João Batista tinha vindo “no espírito e no poder de Elias” (Lc 1:17), uma segunda manifestação nesse mesmo espírito e poder está programada para um dia ainda futuro. Nesse espírito virão também as duas testemunhas de Apocalipse, que “têm poder para fechar o céu, de modo que não chova durante o tempo em que estiverem profetizando, e têm poder para transformar a água em sangue e ferir a terra com toda sorte de pragas, quantas vezes desejarem.” (Ap 11:6).

Por causa dos sinais, semelhantes aos de Elias e Moisés, alguns acham que serão os mesmos homens do passado, que também apareceram no monte com Jesus transfigurado. Certamente serão judeus, e os que acreditam que serão cristãos não entendem que no Livro de Apocalipse a Igreja só aparece na terra até o capítulo 3. O Apocalipse é, em sua maior parte, sobre Israel e o mundo, não sobre a Igreja, e devemos descansar no fato de que a Palavra de Deus não revela quem serão essas duas testemunhas.

Enquanto isso todos os que dizem ser a manifestação do profeta Elias podem ser descartados como falsos profetas, enganadores ou loucos. Afinal, você já deve ter ouvido anedotas de desequilibrados que acreditam ser diferentes personagens históricos, de Elias a Napoleão.

(Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)
As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Total de visualizações de página